escapadinhas
Lagoa - Carvoeiro
line
Percurso Subaquático da Praia da Marinha
foto Percurso  Subaquático da Praia da Marinha

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aventure-se e mergulhe nas águas cristalinas da Praia da Marinha

Quem pensou que as arribas alcantiladas e os pórticos suspensos sobre o mar esgotavam o encanto da Praia da Marinha, enganou-se! Uma máscara de mergulho e umas barabatanas, são as chaves para penetrar no reino submarino.

Identificaram-se três trajetos que englobam os aspetos mais interessantes dos diferentes habitats da Praia da Marinha, sem implicar deslocações muito prolongadas. Os roteiros demoram em média cerca de 30 minutos a efetuar atingindo profundidades máximas na ordem dos 3 - 4 metros. Os roteiros podem ser seguidos em regime de apneia ou escafandro.


ROTEIRO I

O primeiro roteiro coincide com a extrema leste da Praia da Marinha. É o percurso mais acessível, uma vez que se encontra alinhado com o acesso à praia. O início deste roteiro tem lugar no enfiamento das arribas imediatamente a oeste do apoio de praia, numa zona pouco profunda (1,0 - 2,0 m de profundidade) constituída por fundo de rocha e areia com forte cobertura de algas (Sargaços, Sargassum vulgare).
Nesta zona fortemente influenciada pela rebentação podem observar-se bodiões ( como a judia ? Coris julis) e esparídeos em actividade alimentar.

Ficha Técnica Roteiro I
Duração: 30 min.
Profundidade Máxima: 3,5 m
Habitats: plataforma rochosa, areia, afloramentos rochosos
Espécies: bodiões, safias, sargos, ouriços, estrelas, cracas, mexilhões, anémonas

ROTEIRO II

O segundo roteiro situa-se na parte central da Praia da marinha. É um percurso caracterizado pela ausência de afloramentos rochosos emersos, mas que em compensação engloba o campo de ervas marinhas da espécie Cymodocea nodosa, o mais ocidental registado no Algarve. A entrada para este percurso é definida pelo limite esquerdo da clareira de areia que se avista quando estamos virados para o mar. No primeiro contacto com o mar pode-se observar um fundo de areia com calhau rolado. Ao perscrutar estes pequenos blocos rochosos (1,9 m), podem encontrar-se  camarões (Paleomon serratus), e mesmo alguns organismos mais vulneráveis como as marinhas (Syngnathus acus) e os cabozes (Lepadogaster lepadogaster).

Ficha Técnica Roteiro II
Duração: 30 min.
Profundidade Máxima: 3,0 m
Habitats: plataforma rochosa, areia, pradarias marinhas
Espécies: bodiões, safias, sargos, cabozes, camarões

ROTEIRO III

O terceiro roteiro localiza-se na extrema ocidental da Praia da marinha. Trata-se de um percurso mais exigente a nível físico, por ser o mais longo. Tem o seu início junto ao leixão que delimita a praia a poente. Nesta zona o fundo é de areia com blocos de pequenas dimensões  que correspondem aos resíduos dos detritos gerados pelo desmoronamento verificado em Outubro de 1998.
 percurso segue ao longo do leixão norte, onde se podem observar alguns juvenis esparídeos. Na parede do leixão é bem visível a sapa modelada pela ação abrasiva das ondas, onde se fixam cracas (Chthamalus spp. E Balanus sp.) (2,0 m de profundidade).

Ficha Técnica Roteiro III
Duração: 45 min.
Profundidade Máxima: 4,0 m
Habitats: plataforma rochosa, areia, ilhas, pradarias marinhas
Espécies: bodiões, safias, sargos, cabozes, caranguejos, cracas, ouriços, anémonas.




line
line

topo
o que procura
onde
sombra
pesquisa
sombra
sombra

sombra


sombra