escapadinhas
Guimarães
line
As Muralhas de Guimarães
foto As Muralhas de Guimarães

As Muralhas de Guimarães foram mandadas construir pela Condessa Mumadona Dias, viúva do Conde Hermenegildo Mendes. Entre os anos de 950 até 959 seria dado o passo inaugural da futura formação ao ter mandado erguer um Mosteiro dúplice "In Loco Predicto Villa Vocinate Vimanares". Esse Mosteiro ficaria instalado na sua quinta de Vimaranes, junto à via de Braga, Lamego, Coimbra em que seria ela própria a considerar esse local "convinhável"; vizinho do paço que aí possuía e com a localização que hoje corresponde à Igreja de Nossa Senhora de Oliveira.


A Condessa Mumadona irá doar o Mosteiro em 968 e o castelo que, desde 950 até 957, mandara edificar no monte Largo para sua protecção e do burgo nascente que, entretanto o ia envolvendo. Tratar-se-ia nessa época de um castelo "Roqueiro", constituído por uma estrutura possivelmente de pedra solta e madeira que preenchia as falhas da Coroa rochosa que pontuava aquela eminência.

O Castelo Monástico inicial iria transformar-se, face às alterações sócio-políticas entretanto ocorridas em fortificação condal e depois real, assumindo progressivamente uma relevância interregional.

Na construção dessas Muralhas, manteve-se a divisão então existente entre as duas portas da vila. A da encosta, dominada pelo Castelo Roqueiro e dedicada ao "Anjo São Miguel", que as separava um corpo de Muralha transversal, com uma porta, denominada de "Santa Bárbara" que fazia a ligação entre as duas freguesias, que D. João I teria mandado apear na sequência de uma espera de dois meses, junto a esse muro, até conseguir dominar o alcaide rebelde, por ocasião do referido cerco de 1385. Este muro teria os seus terminais, a leste, na chamada Porta da Freiria e a oeste, na Porta de Nossa Senhora da Graça, ou de Santa Luzia.

Para terminar, um escritor de seu nome Alberto Vieira Braga, no seu livro que se intitula Curiosidades de Guimarães dá-nos impressionantes informações sobre as demolições que a partir dessa época se verificaram, a começar pela Torre de Nossa Senhora da Piedade, aplicando-se o produto da sua pedra para o refazimento das obras e também para as águas, seus aquedutos e para uma bomba para evitar os incêndios.

 



Francisca Sá É de facto um conceito inovador este de comer fora de horas. Um excelente sítio para se começar a noite...e um atendimento do melhor! Fantástico!!!
line José Tavares Recomendo este restaurante a todas as pessoas !!!!!
line Sandra Marques Fui lá ontem e fiquei cliente. Recomendo vivamente!!
line Marco Almeida Excelente ! ! ! reserve e a sua mesa e comprove , um local agradavel com uma cozinha soberba , simplesmente especacular
line Filipe Soares É um excelente restaurante, ambiente agradável e empregados prestáveis e simpáticos.
line Ricardo Cerqueira Recomendo vivamente uma ida a este Restaurante, os empregados são muitos simpáticos, o ambiente é acolhedor e a comida muito boa.
line Francisco Leal Na próxima visita a Oeiras voltarei ao restaurante.
line Ana Ribeiro Gostei muito. Desde a simpatia do atendimento ao ambiente muito acolhedor, passando pela deliciosa comida, foi tudo muito bom.
line Bruno Pereira Restaurante muito acolhedor; excelente atendimento. O preço tambem está em conta, tendo em atenção a qualidade.
line Paulo Valente Sem dúvida um óptimo espaço. Comida muito boa, muito bem confeccionada. O serviço sem qualquer reparo. Recomendo.
line Carlos Silva Excelente restaurante com pratos muito bem confeccionados. O serviço é excelente e efectuado com muita simpatia.
line Tito Costa Um dos mais referenciados restaurantes, servem uns peixes frescos deliciosos e a Açorda Real é do melhor que já comi. Parabens à gerência.
line Rodrigo Ribeiro Um Churrascão de se tirar o chapeu. Sim senhor, muito bem recebido, boa garrafeira e espaço muito arejado e acolhedor. Um bem haja.
line Diamantino Nogueira A cataplana de peixe é imperdivel, proponho a todos os apreciadores. Não se vão arrepender!
line Clara Ferreira A melhor Sopa de Peixe das redondezas. Ao Domingo o cozido à Portuguesa, rico e saboroso. Optimo restaurante para grupos, festas aniversario, etc. Muito bem decorado, simples e convidativo.
line José António Posta à Mirandeza à boa maneira transmontana, muito boa mesmo. Queria dar os parabens aos gerentes, isto porque sou do Norte e em trabalho com uns amigos fomos a este restaurante, senti-me em casa, bela Posta. Felicidades.
line Claudio Muito agradavel, verdadeiramente tipico Portugues, uma decoração muito Portuguesa, funcionários muito atentos e disponiveis, nota-se que tiveram uma boa escola. A cozinha é divina, recomendo o arrozinho à Valenciana.
line Carlos Pais Bom restaurante, preços muito simpaticos para a qualidade superior do serviço e produtos confeccionados com sabedoria. Uma das melhores cozinhas da localidade.
line Pedro A boa comida regional serve-se à mesa do Simps. O sr Luis Rebelo tem uma casa espectacular.
line Tito Costa Um ambiente muito simpatico, desde os funcionarios ao gerente, 5 estrelas. Visitem que vão gostar muito.
line Bernardo Silva Nunes Este restaurante enrriquece o panorama gastronomico de Oeiras, muito bom! Servem uma Açorda excelente.
line
line

topo
o que procura
onde
sombra
pesquisa
sombra
sombra

sombra


sombra