escapadinhas
Castro Marim
line
Gastronomia de Castro Marim
foto Gastronomia de Castro Marim

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A cozinha de Castro Marim é tão variada como a sua paisagem.
Do mar vêm as frescas douradas, robalos e outros peixes para grelhar e o delicioso camarão.
Do rio, a taínha, as lampreias e enguias para preparar segundo receitas tradicionais, enquanto o sapal fornece caranguejos.
Já os suculentos pratos de carne de porco, de favas e de ervilhas e o refrescante gaspacho para os dias de Verão vêm da Serra.
Na doçaria destacam-se os doces de figo, as queijadas de amêndoa, o bolo de massa do Azinhal com canela e erva-doce, e as típicas filhós.
Do medronho apanhado na serra extrai-se, após lenta destilação, aguardente deliciosa... a melhor maneira de acabar uma refeição.

 

Receitas tradicionais

Estas receitas fazem parte da publicação "Festa da Gastronomia e das Receitas Típicas das Aldeias do Algarve" e que resultou do concurso com o mesmo nome. Esta iniciativa foi promovida pela CCDR Algarve, AMAL, Região de Turismo do Algarve, Autarquias Locais, Associações e População em geral.
A Sopa de Fedeus de Odeleite recebeu o 1º Prémio na categoria de Sopas.

 

Entradas

MIGAS COM PEIXE FRITO DA RIBEIRA DE ODELEITE

Autoras : Vitalina Gonçalves e Hermínia da Purificação Rodrigues
 
Ingredientes para o peixe: 1 peixe de água doce , 1 limão, 3 dentes de alho, 200gr de farinha e azeite para fritar .
Ingredientes para as migas: 0,25 l de azeite, 4 dentes de alho, 1/2 pão caseiro já duro, sal e água q.b.
Preparação das migas: Coloca-se um tacho de arame ao lume com azeite e alho. Depois do alho fritar tira-se para fora. Corta-se o pão as fatias muito fininhas e colocam-se no azeite. Tapa-se com água quente, deita-se o sal, e com um garfo vai-se migando até o pão ficar desfeito e se transformar numa papa. Deixa-se aloirar ambas as partes até ficarem prontas.
Preparação do Peixe: Corta-se o peixe em pedaços e tempera-se com sal, limão e alho. Deixa-se repousar uma hora e depois passa-se por farinha de trigo e frita-se em azeite.
 
Dados complementares: Como sempre houve muito pão em Odeleite e não havia forma de conservar, quando passavam uns dias, o pão era aproveitado para fazer migas. O peixe era apanhado na ribeira. A época do ano em que mais se confeccionava é no tempo mais frio mas pode-se fazer em qualquer época do ano. Esta receita tem passado de pais para filhos, antes como uma refeição principal, hoje como uma entrada. Também há quem coma ao pequeno-almoço, principalmente os pastores que se levantam muito cedo.

 

QUEIJO DE CABRA

Autora: Ermelinda Cavaco
Ingredientes: 5 l de leite de cabra, 1 colher de sopa de cardo, sal para barrar e água para o cardo. 
Preparação do cardo: O cardo é colocado de molho (em água) na noite anterior e no dia da confecção do queijo, é retirado de molho colocado num almofariz e pisado. Depois de bem pisado é colocado num coador e deita-se a água o­nde esteve de molho para o coar. É esse líquido que posteriormente vai ser misturado no leite.
Confecção dos queijos: Após a ordenha das cabras o leite é coado em "pano de linho fino? . Seguidamente vai no tacho ao lume até ferver. Deixa-se arrefecer um pouco e mistura-se o cardo. Deixa-se passar mais ou menos 30 minutos até o leite ficar coalhado. Seguidamente, vai-se espremendo com as mãos para que o coalho vá libertando o chorrilho, ficando assim a massa do queijo um pouco mais consistente.
Depois de espremida e enxuta, coloca-se a massa em cinchos para lhe dar a forma. Depois de feitos passam-se por sal fino a gosto.
Secagem: São colocados num caniço de cana, numa casa o­nde haja aragem, sendo virados todos os dias até secarem.
 
Dados complementares: Preparação totalmente artesanal.
Chorrilho - líquido esverdeado que está no coalho.
Cincho ? forma para moldar os queijos.
Cardo ? planta existente na serra que dá uma flor tipo alcachofra de cor rôxa e é colhida logo após a sua abertura. Depois desfaz?se e coloca-se a secar. Receita recolhida por Paula Pinto Gomes.

 

PAPAS DE MILHO

Autora: Glória Vicente.
Ingredientes: 2 l de água, 1 colher de banha, 14 colheres de sopa de farinha de milho e sal q.b.
Preparação: juntam-se todos os ingredientes num tacho de arame e levam-se ao lume. Vai-se mexendo sempre com uma colher de pau até formar a papa. Leva mais ou menos 30 minutos.
 
Dados complementares: Antigamente comiam-se com figos secos e com água?mel. Receita recolhida por Paula Pinto Gomes.

 

Sopas

SOPA DE FEDEUS DE ODELEITE

Autoras: Maria Amália Conceição e Hermínia da Purificação Rodrigues
Ingredientes para os fedeus: 250gr de farinha de trigo, sal e água q.b.
Ingredientes para a sopa: l50gr de grão-de-bico, 1 osso de presunto, 100gr de toucinho e 1 chouriço caseiro, 2 punhados de fedeus e folhas de hortelã.
Modo de preparação dos fedeus: Mistura-se a farinha com a água e o sal e esfrega-se até fazer pedaços pequenos que depois são separados fazendo pequenos grãos. Colocam-se ao sol a secar durante 3 horas e ficam prontos para cozer.
Modo de preparação da sopa: Coloca-se ao lume a cozer numa panela de barro, o grão o toucinho a chouriça. Depois de tudo cozido juntam-se os fedeus e deixa-se cozer durante cinco minutos. Depois de cozida e antes de servir enfeita-se a sopa com uma folhinha de hortelã.
 
Dados complementares: Os ingredientes utilizados nesta receita eram todos produzidos em Odeleite, o presunto, o chouriço, e o toucinho era de criação, o grão era cultivado nas corgas perto da ribeira e os fedeus eram feitos de trigo cultivado nos serros e depois moído nos moinhos de água e de vento. Esta receita tem pelo menos 200 anos e pensa-se ter origem árabe. Em épocas de grandes carências e dificuldades os fedeus substituíam o arroz e a massa e eram feitos em casa para o aproveitamento dos restos de massa do pão. Esta sopa fazia-se durante todo o ano, mas especialmente no tempo quente, porque era necessário secar os fedeus ao sol. Receita recolhida por Maria Amália.

 

SOPA DE CENOURA COM OVO

Autora: Gracinda Fonseca
Ingredientes: 7 cenouras, 4 batatas médias, 4 dentes de alho, 6 colheres de sopa de azeite, sal, água, 5 ovos cozidos, 1 raminho de coentros, 3 fatias de pão partidas aos cubos e fritos em óleo ou azeite.
Preparação: Descascam-se as cenouras, as batatas, os alhos e colocam-se dentro de um tacho com água, azeite e sal. Deixa-se cozer tudo e depois faz-se um puré. Picam-se os coentros e deitam-se, deixa-se ferver 2 minutos e apaga-se o fogão. Antes de servir, coloca-se no fundo do prato o pão frito, o ovo partido aos cubinhos e só depois a sopa por cima.
 
Dados complementares: Receita recolhida por Paula Pinto Gomes.

 

Pratos principais

LAMPREIA DE ODELEITE À MODA DA D. HERMÍNIA

Autora: Hermínia da Purificação Rodrigues
Ingredientes: 1 lampreia, 1 dl de azeite, 1 ramo de salsa, 1 cabeça de alhos, 2 folhas de louro, 0,25 l de vinho tinto, noz-moscada, sal e pimenta q.b.
Preparação: Escalda-se a lampreia com água a ferver e a seguir raspa-se levemente com uma faca limpa e com um pano seco a fim de lhe ser retirado o limo que lhe envolve a pele. Depois de limpa corta-se para dentro de um alguidar, juntamente com os dentes de alho, o vinho, o sal, a pimenta, a noz-moscada e o louro. De seguida corta-se lhe a cabeça e tira-se um pequeno nervo que tem junto à mesma, dá-se lhe um pequeno corte na parte superior e outro junto ao umbigo para extrair um tripa juntamente com o fel. Depois de se cortar a lampreia às postas, faz-se um refogado com azeite e coze-se em lume brando durante o tempo necessário. Quando o caldo estiver grosso junta-se a salsa e serve-se com arroz branco.
 
Dados complementares: Esta receita tem pelo menos 100 anos em Odeleite, o­nde sempre houve lampreia, que vem todos os anos desovar à ribeira de Odeleite entre Janeiro e Abril, subindo o rio Guadiana e entrando nos afluentes. Diz-se que a receita foi trazida para a aldeia em 1905, por um visitante que deu à Sra. Maria Merca, que a partir de então nunca mais deixou de a fazer, passando a receita e "os segredos ? de mãe para filha. É essa receita que ainda hoje é seguida pela Sra. Hermínia Rodrigues, no mesmo Café Merca.

 

AÇORDA DE GALINHA

Autora: Maria Emília Cavaco
Ingredientes: 1 galinha caseira, 1 lt de grão de bico demolhado, 3 dentes de alhos, q.b. azeite, pão, hortelã, 2 ovos e q.b. água. 
Preparação: Coloca-se a galinha caseira, o grão, o sal, e azeite dentro de uma panela, junta-se água, tapa-se e deixa-se cozer. Batem-se os ovos dentro de uma terrina e depois da galinha cozida juntam-se os ovos e mexe-se com rigor para engrossar- o caldo sem deixar o ovo coalhar. Corta-se o pão às fatias para dentro de um alguidar de barro, deita-se o caldo e a galinha e junta-se a hortelã.
 
Dados complementares: Receita recolhida por Paula Pinto Gomes.

 

Sobremesas

CREME LEVE DE ODELEITE

Autora: Paula Pinto / Hermínia da Purificação Rodrigues.
Ingredientes: 1 de leite, 6 colheres de sopa de farinha, 1 casca de limão, 200 gr de açúcar, 4 ovos e amêndoas torradas e lascadas.
Preparação: Num tacho coloca-se o leite, as gemas de ovo, a farinha e o limão. Mexe-se tudo muito bem até as gemas ficarem desfeitas. Leva-­se ao lume e mexe-se sempre até começar a engrossar. À parte batem-­se as claras em castelo. Noutro tacho coloca-se o açúcar com três gotas de água para fazer caramelo e depois junta-se ao creme mexen­do sempre para se desfazer e não ficar duro.Tira-se do lume e juntam­-se as claras envolvendo-as com uma colher de pau, de baixo para cima. Deita-se o creme numa travessa e enfeita-se com amêndoas torradas e lascadas por cima. Serve-se frio.
 
Dados complementares: Esta receita tem cerca de 200 anos em Odeleite, "propriedade" de uma família, e era considerado um doce rico, praticamente só feito para ocasiões especiais, por exemplo para os casamentos.

 

ESCALDADINHOS DE ODELEITE

Autora: Glória Vicente
Ingredientes: 1 tigela de farinha, 1/2 tigela de água, ervas doces, 1 cálice de aguardente, 4 colheres de sopa de açúcar, 1 colher de chá de canela, 3 ou 4 ovos e óleo para fritar
Preparação: Mistura-se a farinha, o sal, as ervas doces e a aguardente, depois põe-se a água a ferver mistura-se tudo e no final deita-se os ovos e envolve-se muito bem. Por fim coloca-se às colheres dentro de óleo quente e deixa-se fritar. Depois de tirar da frigideira passa-se por açúcar e canela.
 
Dados complementares: Receita recolhida por Paula Pinto Gomes. 

 

BOLINHOS DE FRADE

Autora: Celestina Ribeiros
Ingredientes: 200 gr de frade, 2 laranjas, 1 colher de café de fermento e 4 ovos.
Preparação: Coze-se o frade e depois pisa-se com um garfo. Juntam-se 4 gemas, o fermento e a farinha. Depois de bem misturados, batem-se as claras em castelo e depois mistura-se tudo muito bem, sem desfazer as claras. Frita-se e passa-se por açúcar e canela.
 
Dados complementares: Receita recolhida por Paula Pinto Gomes

 




line
line

topo
o que procura
onde
sombra
pesquisa
sombra
sombra

sombra