escapadinhas
Amares
line
Gastronomia de Amares
foto Gastronomia de Amares

Viaje nos sabores e maravilhosos aromas de pratos tradicionalmente confeccionados com toda a delicadeza e minúcia, que se adaptam ao longo das estações do ano e, em consequência, dos produtos que a natureza dá.

Sugerimos as papas de sarrabulho, rojões à "Minhota", cozido à "Portuguesa", arroz de pato, bacalhau confeccionado das mais diversas formas, perna de porco assada no forno, vitela assada e arroz "pica no chão".

 

Para sobremesa, o Concelho de Amares propõe: leite-creme queimado, pudim de laranja, arroz doce, mexidos ou formigos, rabanadas, peras bêbadas, bolo-rei, pão-de-ló, doces de romaria e a suculenta laranja ao natural.

 

Laranja de Amares
Amares é conhecida pela terra da laranja. Aqui, as condições climatéricas dão origem à laranja de casca fina, que tanto delicia os mais requintados gostos e refresca nos meses em que o calor aperta.


É nos meses sem "r", ou seja, de Maio a Agosto, que a laranja de Amares é mais saborosa e suculenta.

A gastronomia e a doçaria regional utilizam este citrino como um aliado na confecção de iguarias doces e no acompanhamento dos pratos da região.

 

Vinho Verde
A gastronomia tem no Vinho Verde um dos seus mais importantes aliados.
Amares tem profundas tradições no sector vitivinícola. A cultura das videiras, associada ao saber e à tradição, leva à criação do Vinho Verde, único no mundo.


Leve, aromático e medianamente alcoólico, destaca-se pela sua frescura e qualidades especiais e únicas. Nos brancos, o Loureiro é a casta predominante. Nos tintos, destacam-se o Vinhão e o Borraçal.


O Vinho Verde deve servir-se fresco. Os brancos devem ser servidos à temperatura de 8/12 ºC. Os tintos, a 12/15 ºC

 

 



Morada:

Amares



line
line

topo
o que procura
onde
sombra
pesquisa
sombra
sombra

sombra


sombra